Image for post
Image for post

Nicolau Maquiavel foi um filósofo, historiador, poeta, diplomata e músico de origem florentina que viveu intensamente o Renascimento. Foi e ainda é um dos grandes vultos da história, tendo influenciado muito do que temos hoje em dia.

Tipicamente, temos uma ideia negativa associada a ele. Usamos até a expressão “maquiavélico” para indicar algo horrível e enganador. Ter ideias pré-concebidas é normal, ele próprio avisou:

Os preconceitos têm mais raízes do que os princípios.

Admito que o admiro, chego até a chamar-lhe Tio Nicolau. Prometo explicar o motivo.

De tudo que ele escreveu, que não foi pouco, O “Príncipe” é provavelmente o livro mais conhecido do Tio Nicolau e foi completamente escrito em 1513, apesar de só ter sido publicado em 1532 após a sua morte.

O livro é pequeno, mas denso, carregado de dados históricos detalhados, de Reis, Imperadores, Generais e outros que tais. Ele era um estudioso do poder e de tudo que podia ser feito de bom e de mau com ele. Ele nunca reuniu consenso, mas também, já ele dizia:

Tornamo-nos odiados tanto fazendo o bem como fazendo o mal.

Num livro tão curto ele consegue ter citações para todos os gostos.

Empreendedores são aqueles que entendem que há uma pequena diferença entre obstáculos e oportunidades e são capazes de transformar ambos em vantagem.

Bonito, não é? Inspirador até!

Não há nada mais certo que os nossos próprios erros. Vale mais fazer e arrepender, que não fazer de todo.

Mais uma vez, não é a citação mais típica que associamos ao Tio Nicolau.

A natureza faz poucas pessoas fortes, mas esforço e formação fazem muitas.

Esta era excelente para mostrar a todos os responsáveis de equipa ou responsáveis de formação. Creio que seria muito útil para todos :)

Naturalmente, nem tudo é bonito, afinal de contas, como estudioso de poder e por consequência, da natureza humana, o Tio Nicolau conseguia ser mais chocante:

Os homens são tão simples que quem quer enganar sempre encontra alguém que se deixa enganar.

Tristemente, ele tem razão.

Quando fizer o bem, faça-o aos poucos. Quando for praticar o mal, faça-o de uma vez só.

Não deixa de ser uma dica interessante… Ainda assim, uma das que mais gosto é esta:

Quero ir para o inferno, não para o céu. No inferno, gozarei da companhia de papas, reis e príncipes. No céu, só terei por companhia mendigos, monges, eremitas e apóstolos.

Interessante como uma piada antiga e tão conhecida tem origem no Tio Nicolau :)

Existem 2 teorias vigentes acerca do livro: era para os Poderosos ou era para o Povo.

Por um lado, o livro tenta explicar como conquistar, aumentar e manter poder. Também é verdade que aparece na dedicatória, que era para os Medici. Família essa que o tinha despedido, maltratado e torturado, por isso faria sentido voltar a convencê-los que ainda era útil. Por fim, confirma-se que é ainda hoje um manual obrigatório de qualquer pessoa com poder. Tendo sido citado por muitos dos grandes ditadores da história.

Mas por outro, ele era um famoso defensor da república, numa altura de Reis e famílias Nobres que detinham todo o poder. O livro foi escrito num latim acessível a todos. Na realidade, tem uma função pedagógica de explicar, sistematizar e desmascarar todas as manobras que possam ser feitas com más intenções.

Tenho que admitir que tenho uma opinião invulgar, eu acredito nas duas teorias. Na minha opinião, elas são complementares. O Tio Nicolau era um génio social que andou toda uma vida associado a poder, mas a escrita dele permite ser lida independentemente da intenção do leitor. Eu acho que ele nos quis confundir de propósito. Acho que quis manter a sua ambiguidade. Ele próprio escreveu:

Todos vêem o que pareces, poucos percebem o que és.

Para mim, ele é um daqueles tios, com muita sabedoria, que sabe que estamos neste mundo para ajudar, facilitar e partilhar aquilo que aprendemos. Chegou mesmo a escrever numa carta ao filho:

Não é para mim possível dar um presente melhor, do que a oportunidade de partilhar no mais curto espaço de tempo possível, tudo que eu aprendi em tantos anos sofrendo tantas dificuldades e perigos

Espero que agora apreciem mais o nosso Tio Nicolau. Desejo até, que todos nós tenhamos a mesma atitude de partilhar as nossas experiências, e com isso presentear e positivar todos que nos rodeiam.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store